PUBLICIDADE
Topo

Aprovação de Trump atinge pior índice

31/08/2018 12h11

Pesquisa aponta que seis em cada dez americanos desaprovam o desempenho do presidente dos EUA. Maioria apoia investigação sobre interferência russa e acredita que republicano tentou interferir na Justiça.O índice de aprovação do presidente americano, Donald Trump, atingiu seu menor nível percentual. A desaprovação de seu desempenho como chefe de Estado é de 60%, de acordo com uma pesquisa do conglomerado midiático ABC/Washington Post divulgada nesta sexta-feira (31/08).

As estatísticas incluem que 53% dos entrevistados disseram desaprovar de forma veemente a atuação de Trump na Casa Branca. A taxa de aprovação do presidente foi de 36% – a mais baixa em pesquisas desde que ele tomou posse, em janeiro de 2017.

A sondagem anterior, realizada em abril, havia contabilizado o resultado de 56% de desaprovação e 40% de aprovação entre os americanos entrevistados.

A pesquisa mostrou ainda que uma grande maioria, 63% dos americanos, apoia a investigação sobre a suposta interferência russa nas eleições presidenciais de 2016 – 52% afirmaram que a apoiam de forma veemente. Além disso, 64% dos entrevistados opinaram que Trump não deve demitir o procurador-geral Jeff Sessions, cujo futuro no governo está sob ameaça.

Com o início das campanhas para as eleições legislativas, a pesquisa constatou que uma maioria da opinião pública se voltou contra Trump e desaprova seus esforços para influenciar o Departamento de Justiça e a ampla investigação sobre a ingerência russa conduzida pelo procurador especial Robert Mueller – 53% disseram acreditar que Trump tentou interferir nesse inquérito.

Quase metade dos americanos (49%) afirmou que o Congresso dos Estados Unidos deveria iniciar um processo de impeachment contra o presidente, enquanto 46% se mostraram contrários.

Em meio a medidas controversas no campo do comércio internacional, 45% dos americanos aprovam a forma de Trump de lidar com a economia americana, e 47% desaprovam.

A pesquisa mostrou uma divergência significativa de opinião entre democratas e republicanos, com estatísticas percentuais de cada classe política. Dos entrevistados, 33% se declararam democratas, e 25% se disseram republicanos. Os independentes formaram 37% dos questionados, enquanto 3% assinalaram "outros" e 3% não opinaram.

A sondagem foi realizada por telefone com 1.003 adultos entre 26 e 29 de agosto. Na semana anterior, Paul Manafort, ex-diretor da campanha de Trump, foi condenado por fraude fiscal e bancária, e Michael Cohen, ex-advogado do presidente, declarou-se culpado e implicou Trump em pagamentos ilícitos para silenciar acusações de supostos encontros sexuais com mulheres.

PV/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp
| App | Instagram | Newsletter