Astronauta russo mostra buraco na Estação Espacial Internacional

  • Reprodução/Twitter

    Buraco na ISS foi coberto com um selante escuro e está escondido sob uma aba acolchoada

    Buraco na ISS foi coberto com um selante escuro e está escondido sob uma aba acolchoada

Em vídeo, cosmonauta diz estar "tudo calmo a bordo". Furo misterioso em cápsula que veio da Terra causou vazamento de ar e queda na pressão dentro da estação. Chefe da agência espacial russa fala em possível sabotagem

O astronauta russo Serguei Prokopyev, a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), gravou um vídeo para aliviar as preocupações geradas por um pequeno buraco que chegou a causar uma queda na pressão do ar dentro da estação há alguns dias.

O vídeo de quase dois minutos foi publicado nesta segunda-feira (10/09) pela agência espacial russa, conhecida como Roscosmos, nas redes sociais. Nele, Prokopyev mostra o misterioso furo, já selado, e explica como a tripulação localizou e vedou o buraco.

"Como vocês podem ver, está tudo calmo a bordo. Estamos vivendo juntos e em paz como sempre", afirmou o cosmonauta de 43 anos, que está em sua primeira missão no espaço. "Nossa expedição internacional conjunta trabalha num ambiente amigável."

Prokopyev falava de dentro da cápsula Soyuz, onde foi detectado o furo. A Soyuz é um tipo de nave espacial russa encarregada de levar à Estação Espacial Internacional e trazer de volta à Terra os astronautas em missão no espaço.

A cápsula em questão, que está atracada à ISS, chegou à estação em junho deste ano, transportando, além do cosmonauta russo, uma astronauta americana e um alemão. Eles se uniram a dois americanos e um russo que já estavam em missão no espaço.

Nasa
Imagens do buraco foram postadas pela Nasa em vídeo antes de serem deletadas

O buraco na Soyuz foi localizado em 30 de agosto, após ter sido constatado um vazamento de ar na estação, que causou uma ligeira queda na pressão. O problema não chegou a oferecer riscos à tripulação da ISS, em órbita a cerca de 400 quilômetros da Terra.

Na semana passada, o chefe da Roscosmos, Dmitry Rogozin, iniciou uma polêmica ao sugerir que o furo não foi gerado por acidente, mas teria sido feito com uma broca e de forma deliberada – seja na Terra, antes de partir em junho rumo à ISS, ou por astronautas no espaço.

Uma fonte russa, identificada como um ex-cosmonauta, chegou a afirmar que o buraco poderia ter sido perfurado por um astronauta mentalmente desequilibrado.

A agência espacial russa convocou uma comissão para investigar o incidente, que deve ser solucionado até meados de setembro, espera a Roscosmos.

Fotos do buraco não foram oficialmente tornadas públicas, embora a agência espacial americana, a Nasa, tenha publicado brevemente uma imagem em um vídeo antes de excluí-lo.

Na gravação publicada nesta segunda-feira, Prokopyev mostra o furo já selado por um material escuro, escondido sob uma aba acolchoada. Ele descreve como os astronautas descobriram "o buraco de 2 milímetros por onde o ar estava escapando" e o cobriram com três camadas de selante.

"Por favor, não se preocupem, estamos bem", afirma, sorridente, o astronauta, garantindo que o módulo está agora "completamente fechado hermeticamente". O buraco foi encontrado em uma seção que não será usada para a viagem de retorno à Terra.

"Como vocês podem ver, podemos ficar aqui facilmente sem capacetes espaciais, e ninguém está aqui tapando o buraco com o dedo, como escreve a imprensa", brinca. Prokopyev deixa claro que resolveu gravar o vídeo para "dissipar rumores".

A postagem gerou comentários aliviados nas redes sociais. "Vocês estão indo muito bem. Sim, as pessoas se preocuparam muito", afirmou uma seguidora. Outros brincaram sobre o incidente: "Da próxima vez, tente fazer furos enquanto estiver sóbrio."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos