PUBLICIDADE
Topo

Ibope: Bolsonaro tem 57% dos votos válidos, contra 43% de Haddad

23/10/2018 22h03

Vantagem de candidato do PSL sobre petista cai para 14 pontos percentuais, quatro a menos do que no levantamento anterior. Rejeição de Bolsonaro aumenta e a de Haddad diminui.A menos de uma semana para votação de 28 de outubro, o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 57% das intenções de voto para o segundo turno, na pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (23/10). O ex-militar perdeu dois pontos percentuais em relação ao levantamento anterior.

Já seu adversário Fernando Haddad (PT) ganhou dois pontos percentuais e alcançou 43% das intenções de voto. A vantagem de Bolsonaro para o petista caiu de 18 para 14 pontos percentuais.

Os números equivalem aos votos válidos, ou seja, não consideram os nulos, brancos ou indecisos. O método é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado da eleição. No primeiro turno, o ex-militar conquistou 46% dos votos válidos, e o petista, 29%.

Se forem levadas em conta todas as intenções de voto, Bolsonaro tem 50%, contra 37% de Haddad. Outros 10% pretendem votar branco ou nulo, enquanto 3% não souberam responder.

O Ibope também perguntou aos entrevistados em qual dos dois candidatos eles votariam com certeza, poderiam votar ou não votariam de jeito nenhum. O eleitorado de Bolsonaro continua sendo o mais convicto: 37% disseram votar nele com certeza, enquanto 31% dos entrevistados disseram ter certeza de sua escolha em Haddad.

Já a rejeição de Bolsonaro subiu cinco pontos percentuais, chegando a 40%. Em contrapartida, 41% dos eleitores disseram que não votariam jamais em Haddad, o que representa uma queda de seis pontos percentuais em relação à sondagem anterior.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 208 municípios brasileiros, entre os dias 21 e 23 de outubro. A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Esta foi a segunda pesquisa do instituto sobre as intenções de voto para o segundo turno. Na semana passada, uma sondagem Datafolha apontou 59% dos votos válidos para Bolsonaro, contra 41% de Haddad.

O levantamento divulgado nesta terça-feira foi o primeiro após uma reportagem da Folha de São Paulo revelar que empresários aliados a Bolsonaro pagaram milhões de reais para disparar mensagens contrárias ao PT no WhatsApp. Segundo apurou o jornal, os contratos para a compra irregular de pacotes de disparos, que envolviam o compartilhamento de centenas de milhões de mensagens, chegaram a 12 milhões de reais.

CN/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter