PUBLICIDADE
Topo

Gustavo Bebianno será ministro da Secretaria-Geral da Presidência

21/11/2018 13h44

Ex-presidente do PSL é um dos principais aliados de Bolsonaro. Vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente eleito, é anunciado como possível integrante da equipe de Bebianno.O advogado e ex-presidente do PSL Gustavo Bebianno foi escolhido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro para ser ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. O nome foi confirmado nesta quarta-feira (21/11) por Onyx Lorenzoni, ministro extraordinário da transição e futuro chefe da Casa Civil.

Bebianno, de 54 anos, é um dos principais aliados de Bolsonaro. Foi ele quem articulou a filiação do presidente eleito ao PSL, ocorrida em março deste ano. O advogado deixou o comando do partido em outubro, após a eleição.

O advogado afirmou que a principal atividade de sua pasta será a desburocratização e modernização do Estado.

"Será o governo olhando para sua atividade de servir a população", disse em entrevista coletiva.

Um dos nomes apontados por Bebianno para compor sua equipe foi o do atual vereador pelo Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro, filho do presidente eleito, que pode vir a assumir a Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom).

"Ele sempre esteve à frente dessa comunicação. É uma pessoa muito importante para a equipe e para o presidente", disse Bebianno.

Além da Secom, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e a Empresa de Planejamento e Logística (EPL) estão entre os órgãos que ficarão sob responsabilidade do futuro ministro.

Bebianno e Onyx participaram nesta quarta-feira da primeira reunião com todos os ministros confirmados e integrantes de 14 grupos técnicos. Os encontros devem se repetir semanalmente. A equipe ministerial deve estar completa até meados de dezembro.

Nesta quarta-feira, Bolsonaro também anunciou que André Luiz de Almeida Mendonça chefiará a Advocacia-Geral da União (AGU).

LPF/abr/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter