PUBLICIDADE
Topo

Atirador de Utrecht será acusado por terrorismo

21/03/2019 13h10

Homem suspeito de ter matado três pessoas em um bonde na cidade holandesa será alvo de diversas acusações, entre elas homicídio com motivação terrorista. Há indícios de que teria agido sozinho.O principal suspeito do atentado a tiros que deixou três mortos em Utrecht, na Holanda, será alvo de acusações que incluem homicídio múltiplo e homicídios com motivação terrorista, disseram os procuradores nesta quinta-feira (21/03).

As investigações sobre o ataque em um bonde elétrico, que também deixou três feridos em estado grave na última segunda-feira, indicam que o atirador teria agido sozinho, afirmaram os procuradores em nota. O acusado Gokmen Tanis, de 37 anos, também enfrentará acusações de tentativa de assassinato e de fazer ameaças com motivação terrorista.

O suspeito de origem turca será levado nesta sexta-feira a um tribunal de investigações, onde as audiências são realizadas a portas fechadas. Um homem de 40 anos preso na última terça-feira está sendo investigado para que se estabeleça se ele exerceu um papel de apoio externo ao atirador.

A procuradoria afirma que os investigadores examinam se as ações do suspeito "se originaram de problemas pessoais em combinação com uma ideologia radicalizada". Um centro de psiquiatria e psicologia forense realizará uma avaliação da personalidade de Tanis.

O atentado que fez com que as autoridades elevassem ao máximo o nível de alerta na cidade. Os promotores afirmaram que a suspeita de motivação terrorista se deu pela forma como o ataque ocorreu, uma vez que nenhuma das vítimas – dois homens e uma mulher – era conhecida do atirador, e pela nota que foi encontrada no carro utilizado na fuga, cujo conteúdo não foi divulgado.

RC/ap/dpa

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter