Topo

Alemães elegem bombeiros instituição mais respeitável

2019-05-22T07:14:00

22/05/2019 07h14

População alemã considera bombeiros, polícia, Tribunal Constitucional e organizações de ajuda as instituições que mais contribuem à sociedade. Igreja Católica, bancos e multinacionais recebem avaliações negativas.A população alemã considera o corpo de bombeiros, a polícia, o Tribunal Constitucional Federal e as grandes organizações de ajuda humanitária as instituições que mais contribuem para o bem da sociedade, segundo o relatório Public Value Atlas de 2019 divulgado na terça-feira (21/05) pela Escola de Pós-Graduação em Administração da HHL, em Leipzig, em cooperação com o Centro de Liderança e Valores da Sociedade da Universidade de St. Gallen, na Suíça.

No quarto estudo desde sua primeira publicação em 2015, cerca de 12 mil pessoas foram questionadas sobre a contribuição de 137 empresas e organizações para o bem comum. A Igreja Católica, bancos, organizações de futebol e diversas multinacionais receberam avaliações negativas.

No topo da lista ficou o corpo de bombeiros, seguida pela força de proteção civil Technisches Hilfswerk (BTH, na sigla) e a Cruz Vermelha da Alemanha. O governo federal administra a BTH, no qual 99% dos 79.514 membros são voluntários.

A polícia e o Tribunal Constitucional Federal também ocuparam o Top 10 do ranking, o que sugere que os alemães mantêm a confiança nas instituições que defendem o Estado de Direito.

De acordo com o pesquisador Timo Meynhardt, principal responsável pelo estudo, as respostas podem ser muito subjetivas, mas oferecem um espelho interessante da sociedade.

"O bem comum não é algo que se aprende ao acrescentar números, datas, fatos, mas quando é perguntado às pessoas. Em outras palavras, o bem comum está nos olhos de quem vê", disse Meynhardt.

Os pesquisadores formularam quatro perguntas que os participantes tiveram que responder num escala de 1 (discordar) a 6 (concordar). A organização faz um bom trabalho em seu negócio central? A organização contribui para a qualidade de vida? A organização contribui para a coesão social? A organização se comporta decentemente?

Na parte de baixo da lista figuraram a produtora de cigarros Marlboro, as associações de futebol Fifa e Uefa, o tabloide Bild, o banco Deutsche Bank e os gigantes das redes sociais Twitter e Facebook.

Outras empresas que tiveram desempenhos baixos foram Nestlé, Starbucks, Volkswagen, McDonald's, Coca Cola e o banco alemão Commerzbank. As três melhores empresas na listagem foram a fabricante de lentes Carl Zeiss, a rede de drogaria DM e a fabricante de eletrodomésticos Miele.

Além disso, organizações católicas e as duas principais Igrejas também foram classificadas no estudo. A Igreja Protestante ficou em 19º lugar, enquanto a Igreja Católica, submersa em escândalos, ficou na 102º posição. Por outro lado, organizações de ajuda baseadas em preceitos religiosos tendiam a ocupar posições melhores em comparação com as próprias instituições religiosas.

PV/kna/epd/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Mais Notícias