UOL Notícias Notícias
 

01/11/2004 - 20h24

Comparecimento eleitoral deve bater recorde nos EUA

Washington, 1 nov (EFE).- As campanhas para as eleições
presidenciais e legislativas desta terça-feira nos Estados Unidos
chamaram tanta atenção que é provável que o índice de comparecimento
alcance níveis recorde, segundo especialistas.

Nos Estados Unidos, o voto não é obrigatório e a participação
raramente passa de 50% do eleitorado.

No entanto, as pesquisas indicam que a participação poderia ser
de mais de 55%.

Se isso acontecer, o resultado pode favorecer o senador por
Massachusetts devido à participação dos jovens inscritos para votar
pela primeira vez, que costumam se inclinar pelos democratas.

A maior parte das pesquisas dá empate técnico entre o presidente
George W. Bush, que tenta a reeleição, e seu rival democrata, o
senador John Kerry.

Segundo números da Comissão Nacional de Eleições, a única vez em
que o índice ficou acima de 55% foi nas eleições de 1972, vencidas
pelo republicano Richard Nixon contra o democrata George McGovern.

Nas últimas eleições presidenciais, que Bush venceu após uma
apuração polêmica, 105,6 milhões de pessoas foram às urnas, ou 51,3%
dos 156 milhões inscritos para votar.

O histórico de participação nas últimas oito eleições
presidenciais dos Estados Unidos foi o seguinte:

Ano Inscritos Votaram Participação
2000 156.421.311 105.586.274 51,3
1996 196.511.000 96.456.345 49,1
1992 133.821.178 104.405.155 55,1
1988 126.379.628 91.594.693 50,1
1984 124.150.614 92.652.680 53,1
1980 113.043.734 86.515.221 52,6
1976 105.037.986 81.555.789 53,6
1972 97.328.541 77.718.554 55,2

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h29

    -0,11
    3,263
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h35

    0,69
    63.092,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host