UOL Notícias Notícias
 

24/02/2006 - 13h21

"Liberdade de expressão não é direito absoluto", diz Vaticano

Roma, 24 fev (EFE).- O porta-voz do Vaticano, Joaquín Navarro Valls, disse hoje que "a liberdade de expressão não é um direito absoluto" ao ser perguntado pela publicação de caricaturas de Maomé que os muçulmanos consideraram ofensivas e que receberam protestos violentos.

Navarro Valls fez esta afirmação em Nápoles, onde hoje recebeu o título de doutor honoris causa em Ciências da Comunicação pela Universidade Suor Orsola Benincasa.

Segundo ele, "o direito à liberdade de expressão é certamente um direito humano, mas, como todos os direitos humanos, é preciso repensá-lo quando a liberdade de expressão ofende outros: nesse momento fica temporariamente em suspenso para decidir o que fazer".

"O direito à liberdade de expressão também não é um direito absoluto, mas está em conexão com outros direitos, entre outros com o dever de respeitar o outro", acrescentou.

Navarro Valls pediu que a análise seja feita após a publicação das caricaturas "seja feita com seriedade" e "não caia nas difusões".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host