UOL Notícias Notícias
 

03/03/2006 - 15h49

Bagdá vive primeiro dia de calma desde início de enfrentamentos

Bagdá, 3 mar (EFE).- Os mais de cinco milhões de habitantes de Bagdá viveram hoje seu primeiro dia de calma desde o início dos enfrentamentos sectários após o ataque perpetrado, na quarta-feira da semana passada, contra um santuário xiita em Samarra.

O toque de recolher em vigor durante a noite, a proibição de circulação de veículos durante o dia e o fato de ser sexta-feira, dia de descanso e oração para os muçulmanos, contribuíram para que as ruas da capital não tenham presenciado nenhum atentado nem incidente violento.

Em um dia ensolarado, mais próprio da primavera do que do inverno, muitos pais aproveitaram para sair às ruas com seus filhos para visitar parentes.

Embora a maioria dos estabelecimentos comerciais tenha permanecido fechada, as ruas da capital registraram uma atividade surpreendentemente normal em comparação com os últimos dias, com famílias comendo juntas em restaurantes do centro ou aproveitando o clima agradável às margens do rio Tigre.

As patrulhas militares vigiavam a movimentação das ruas a certa distância, sem intervir nos assuntos de uma população que tenta superar a última onda de violência, que em nove dias custou a vida de mais de 470 iraquianos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host