UOL Notícias Notícias
 

11/03/2006 - 15h42

Steinmeier: Milosevic é um "homem do passado"

Berlim, 11 mar (EFE).- O ministro alemão de Assuntos Exteriores, Frank-Walter Steinmeier, qualificou de "homem do passado" o ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosovic, falecido hoje em Haia, e disse que após sua morte devem ser renovados os esforços pela estabilidade nos Bálcãs.

Milosevic é "responsável por violações dos direitos humanos e pela morte de muitas pessoas em conflitos bélicos", disse Steinmeier em declarações à imprensa alemã em uma pausa do Conselho (reunião) de Ministros de Exteriores da UE que está sendo realizada em Salzburgo, na Áustria.

As conseqüências da atuação de Milosevic "aparecem até hoje", ressaltou Steinmeier, que acrescentou que a morte do ex-presidente sérvio e iugoslavo deve servir para renovar os esforços pela pacificação e estabilização dos Bálcãs.

Milosevic, de 64 anos, foi encontrado morto hoje em sua cela nas dependências do Tribunal Internacional para a antiga Iugoslávia (TPII) em Haia, onde desde fevereiro de 2002 era julgado por 66 crimes, entre eles genocídio, crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host