UOL Notícias Notícias
 

18/03/2006 - 06h39

Dirigente dinamarquês cancela visita à Índia por protestos

Nova Délhi, 18 mar (EFE).- O primeiro-ministro dinamarquês, Anders Fogh Rasmussen, cancelou a visita que faria à Índia em abril, depois de Nova Délhi ter dito ao Governo de Copenhague que "não seria o momento propício", informou hoje a agência indiana "PTI".

Rasmussen ficaria na Índia seis dias em abril, mas os protestos realizados neste país contra a publicação das charges do profeta Maomé em um diário dinamarquês levaram o Governo indiano a preferir cancelar a viagem.

O porta-voz de Assuntos Exteriores indiano, Navtej Sarna, afirmou que "os dois países decidiram que não era o momento propício para a visita", e acrescentou que Nova Délhi espera encontrar um momento mais oportuno no futuro.

Apesar de ser um Estado de maioria hindu, a Índia tem a segunda maior população de muçulmanos do mundo.

Os protestos neste país contra a publicação das polêmicas caricaturas de Maomé até agora foram pacíficas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h29

    -0,30
    3,269
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host