UOL Notícias Notícias
 

29/03/2006 - 10h55

Douste-Blazy: Vitória do Kadima é "boa notícia para a paz"

Paris, 29 mar (EFE).- A vitória do Kadima nas eleições de Israel é "uma boa notícia para a paz", disse hoje o ministro de Assuntos Exteriores da França, Philippe Douste-Blazy, que pediu que Israel aplique o "Mapa de Caminho" e evite uma "política unilateral" em relação aos palestinos.

O primeiro-ministro interino de Israel, Ehud Olmert, começa hoje a fazer os contatos para a formação de uma coalizão de Governo, após a apertada vitória de seu partido, que conquistou 28 das 120 cadeiras do Parlamento na votação.

Olmert é o "homem da política unilateral", mas também mostrou o desejo de que os "dois Estados vivam em segurança e paz e um ao lado do outro", destacou Douste-Blazy a redes de televisão em um encontro com correspondentes estrangeiros.

Para o chefe da diplomacia da França, a União Européia deve estar presente, "mais do que nunca", para que haja diálogo entre o Governo israelense e a Autoridade Nacional Palestina (ANP), presidida por Mahmoud Abbas.

O ministro francês reiterou as três exigências feitas ao Hamas - o reconhecimento de Israel, o abandono da violência e a aceitação dos acordos já firmados. "Devemos pedir que (Israel) reconheça o Mapa de Caminho" do Quarteto (EUA, UE, Rússia e ONU), insistiu Douste-Blazy, que deve visitar a região em breve.

O ministro afirmou ainda que israelenses e palestinos não podem se despreocupar em relação ao desenvolvimento econômico dos territórios palestinos.

"Não se pode deixar no desemprego mais de 50% dos jovens de Gaza se quisermos ter um processo de paz", acrescentou Douste-Blazy sobre a necessidade de que a UE contribua para uma "solução econômica".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h29

    0,74
    3,281
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h35

    -1,84
    61.483,72
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host