UOL Notícias Notícias
 

06/04/2006 - 16h30

PT pede a Renan que anule votação do relatório da CPI

Brasília, 6 mar (EFE).- O PT pediu hoje a anulação da votação de ontem na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, que aprovou um relatório pedindo o indiciamento por corrupção dos ex-ministros José Dirceu e Luiz Gushiken, além do ex-presidente do partido José Genoíno.

A solicitação foi apresentada pela bancada do PT à mesa do Senado, cujo presidente, Renan Calheiros (PMDB-AL), se comprometeu a estudar o caso.

"O assunto será analisado de maneira imparcial" garantiu Calheiros.

O polêmico relatório resume nove meses de trabalho da CPI, criada para investigar as denúncias de corrupção no PT e no Governo Lula desde meados do ano passado.

Na quarta-feira, o documento foi aprovado apesar da oposição do PT, que denunciou desde erros de forma da votação até o próprio conteúdo do relatório. Para os petistas, a documentação não reúne as provas necessárias para pedir que o indiciamento de Dirceu e Gushiken.

Além dos dois colaboradores do presidente, o documento pede a abertura de processos contra outras 130 pessoas. Entre elas, toda a diretoria anterior do PT, que renunciou devido aos escândalos do ano passado, e o publicitário Duda Mendonça, que dirigiu a campanha eleitoral de Lula em 2002.

O relatório foi aprovado por 17 dos 32 membros da comissão.

Os petistas que integravam a CPI se abstiveram de votar e só quatro deles se pronunciaram contra o documento.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h10

    0,24
    3,274
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h14

    1,77
    63.770,81
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host