UOL Notícias Notícias
 

19/04/2006 - 04h59

Nepal: manifestante morre após ser espancada pela Polícia

Katmandu, 19 abr (EFE).- Uma mulher morreu em conseqüência dos ferimentos que sofreu ao ser espancada pela Polícia nepalesa durante uma manifestação contra o regime monárquico e a favor da democracia em Nepalganj, perto da fronteira com a Índia, indicaram hoje fontes locais.

Setu B. K. participava ontem de em um protesto na cidade, cerca de 650 quilômetros a sudoeste de Katmandu, quando foi agredida pelos agentes, antes de ser intoxicada pelo gás lacrimogêneo lançado pela Polícia na tentativa de dispersar a manifestação, segundo meios locais.

A manifestante morreu quando era levada a Lucknow, na Índia, para receber tratamento médico.

Sete pessoas já morreram no Nepal em decorrência de confrontos entre agentes e ativistas em duas semanas de protestos contra o rei Gyanendra e a favor da restauração da democracia, segundo fontes do Partido Comunista local.

Mais de mil pessoas ficaram feridas nas manifestações, convocadas pela aliança de sete partidos opositores, segundo as mesmas fontes.

O rei Gyanendra assumiu, há 14 meses, o poder absoluto no Nepal após ter destituído o Governo democraticamente eleito.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host