UOL Notícias Notícias
 

24/04/2006 - 06h34

Assessor de Bush rejeita chamado à negociação com o Irã

Londres, 24 abr (EFE).- Um importante assessor do Departamento de Estado dos EUA rejeitou hoje o chamado dos Governos europeus para que Washington tenha negociações diretas com Teerã sobre o programa nuclear iraniano.

"Os Estados Unidos não vêem neste momento valor algum em manter conversas diretas com os iranianos sobre um assunto como o nuclear", afirma no jornal Financial Times Philip Zelikow, assessor do Departamento de Estado.

Zelikow, que desempenhou um papel-chave na elaboração da estratégia dos Estados Unidos no Oriente Médio, despreza também as sugestões européias no sentido de que um acordo a longo prazo com Teerã poderia incluir o eventual compromisso de Washington de não atacar essa república islâmica.

"Infelizmente temos pela frente um regime que é ditatorial em sua prática e revolucionário em seus objetivos, com uma agenda que inclui a desestabilização dos vizinhos e do Oriente Médio em seu conjunto", afirma o assessor da secretária de Estado, Condoleezza Rice.

Contudo, Zelikow assegura que seu país quer esgotar os meios diplomáticos antes de pensar em outras opções.

"Provemos primeiro a diplomacia. Demos uma oportunidade, e depois julgaremos se dá ou não resultado, antes de falar de outras coisas", afirmou.

Por outro lado, Zelikow considera que Washington não se oporia a uma maior contribuição financeira pelos europeus aos serviços sociais dos palestinos após a decisão de Bruxelas de suspender sua ajuda direta à Autoridade Palestina.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host