UOL Notícias Notícias
 

24/04/2006 - 03h25

Candidato presidencial colombiano diz temer por sua vida

Bogotá, 23 abr (EFE).- O candidato presidencial colombiano Alvaro Leyva Durán disse hoje que sua segurança pessoal foi ameaçada e que teme por sua vida, ao mesmo tempo em que assegurou que há um plano para tirá-lo da disputa eleitoral.

Leyva, que concorre à Presidência da Colômbia pelo Movimento Nacional de Reconciliação, declarou em comunicado de imprensa que hoje não foi a um debate organizado pelo jornal El Tiempo e City TV, por razões de segurança.

Ele disse que "em função de graves fatos ocorridos durante os últimos dias e especialmente neste fim de semana, minha segurança pessoal foi ameaçada desde o Estado".

Leyva, forte opositor do presidente colombiano Alvaro Uribe Vélez, disse que suas propostas de paz e intercâmbio humanitário geram resistência em alguns setores do país.

Leyva goza da simpatia dos comandantes das Forças Armadas Revolucionasses da Colômbia (Farc), e foi solicitado por essa guerrilha para receber dois policiais que estavam em poder dessa organização rebelde.

No entanto, essa operação foi adiada e as Farc entregaram os dois seqüestrados a uma comissão da Cruz Vermelha Internacional, no final de março, sem a presença de Leyva.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h59

    -0,82
    3,256
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h07

    1,39
    64.106,04
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host