UOL Notícias Notícias
 

30/04/2006 - 07h58

Exército impede entrada de agricultores palestinos em seus campos

Jerusalém, 30 abr (EFE).- O Exército israelense impediu que agricultores palestinos entrem em seus campos de cultivos, isolados pela construção do muro de separação na Cisjordânia, sob o pretexto de segurança, segundo denunciaram hoje alguns deles.

Os camponeses têm autorização legal para atravessar o muro para chegar aos campos. Para isso, contam com permissões especiais, que agora lhes foram retiradas.

"Estamos desesperados, isto não é vida", queixou-se um dos palestinos no distrito de Tulkarem citado pela edição eletrônica do jornal israelense "Yediot Aharonot".

A maioria dos agricultores preferiu calar-se por temor de que não as permissões não lhes sejam devolvidas. Os portões permanecem fechados há vários dias.

Nos casos em que são autorizados a chegar a seus campos, podem trabalhar apenas "seis horas, o que nem sempre é suficiente", disse um dos camponeses.

"O problema é que ultimamente o Exército fecha todos os acessos e os soldados confiscam as permissões de passagem dos que insistem".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host