UOL Notícias Notícias
 

01/05/2006 - 16h45

EUA e Japão pedem à Coréia que volte a discutir programa nuclear

Washington, 1 mai (EFE).- Os Governos dos Estados Unidos e do Japão pediram hoje à Coréia do Norte que volte a se unir o mais rápido possível e incondicionalmente às negociações multilaterais sobre seu programa nuclear.

Os ministros de Assuntos Exteriores e da Defesa dos dois países também fizeram um chamado a Pyongyang para que desmantele seu programa nuclear "de forma completa, verificável e irrevogável" e suspenda qualquer atividade de proliferação ilícita.

Em declaração conjunta, a secretária de Estado e o secretário de Defesa americanos, Condoleezza Rice e Donald Rumsfeld, e seus colegas japoneses, Taro Aso e Fukushiro Nukaga, respectivamente, reafirmaram a importância de as disputas regionais serem solucionadas por meio da diplomacia. Além disso, pediram uma maior transparência na modernização das capacidades militares da região.

Em declarações à imprensa ao término da reunião do comitê consultivo EUA-Japão, Rice assegurou que as partes trabalham juntas nas negociações multilaterais sobre a Coréia do Norte e, em geral, nos assuntos de proliferação de armas nucleares.

As negociações a seis lados (duas Coréias, EUA, Rússia, China e Japão) sobre o incipiente arsenal atômico de Pyongyang estão estagnadas desde novembro passado, quando aconteceu a quinta e última reunião sobre o tema.

A Coréia do Norte só participará dessas negociações multilaterais se os EUA retirarem as sanções financeiras impostas a instituições bancárias e empresariais próximas ao poder norte-coreano e acusadas por Washington de lavagem de dinheiro e falsificação de dólares.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host