UOL Notícias Notícias
 

05/05/2006 - 17h49

Casa Branca apóia críticas de Cheney sobre democracia na Rússia

Washington, 5 mai (EFE).- A Casa Branca expressou hoje seu apoio às críticas feitas pelo vice-presidente dos EUA, Dick Cheney, sobre as condições democráticas na Rússia e pediu ao presidente Vladimir Putin que avance em reformas antes da cúpula do G8.

Em declarações à imprensa, o porta-voz da Casa Branca, Scott McClellan, afirmou que as declarações de Cheney se limitam a expor a política dos Estados Unidos em relação a Moscou.

O vice-presidente, que se encontra em uma viagem por antigas repúblicas soviéticas, disse nesta quinta-feira em Vilnius, capital da Lituânia, que aqueles que se opõem às reformas democráticas na Rússia "tentam reverter os lucros da última década".

O Kremlin deve escolher, pois "sem dúvida o retorno à reforma democrática garantirá mais benefícios ao povo e também mais respeito por parte dos países vizinhos", declarou Cheney.

McClellan afirmou hoje que tais comentários "coincidem com o que dissemos previamente" sobre a política russa. O porta-voz acrescentou que o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e seu homólogo russo, Vladimir Putin, mantêm uma boa relação pessoal, que permite aos dois falarem abertamente sobre temas considerados preocupantes.

Bush deve assistir à cúpula do Grupo dos Oito, que será realizada em julho em São Petersburgo (Rússia) e da qual Putin será anfitrião.

As relações entre EUA e Rússia, que se tornaram próximas após a chegada ao poder de Bush em 2001, estão esfriando gradualmente, em particular no último ano, quando a Casa Branca demonstrou preocupação por eventuais retrocessos nas relações de liberdade de imprensa ou referentes à centralização do poder.

Além disso, a Rússia se opôs até agora às pressões dos EUA para que o Conselho de Segurança da ONU imponha sanções ao Irã por seu programa nuclear.

Segundo McClellan, durante a cúpula do G8 "será dada muita atenção ao desenvolvimento democrático na Rússia". "Achamos que será uma boa oportunidade para que a Rússia mostre avanços nas reformas democráticas", completou o porta-voz.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host