UOL Notícias Notícias
 

10/05/2006 - 13h16

Síria desmontará instalações ilegais na fronteira com o Líbano

Beirute, 10 mai (EFE).- A Síria aceitou desmontar suas instalações militares e retirar as trincheiras, feitas com sacos de areia, no lado libanês da fronteira, informa hoje um comunicado conjunto do comitê sírio-libanês.

O acordo foi concluído ontem, durante uma reunião na cidade de Bludan, ao oeste de Damasco, entre uma delegação libanesa, presidida pelo governador do vale do Bekaa, Antoine Suleiman, e responsáveis sírios liderados pelo governador da região de Damasco, Mohamad Said Akel.

Suleiman, em declarações publicadas hoje pelo jornal local "An Nahar", disse que as autoridades sírias eliminarão na próxima segunda-feira todas as barreiras de areia, algumas delas de até 4 metros de altura, colocadas na parte libanesa da fronteira.

O prefeito de Arsal, Bassel Hujairi, disse que tanto as barreiras como as instalações militares foram colocadas nesta localidade e em Ras Baalbeck.

As partes também chegaram ao acordo de combater o contrabando nesta região libanesa, com o aumento dos postos do Exército e das patrulhas em ambos os lados da fronteira.

O Exército sírio se retirou totalmente do Líbano em abril de 2004, após várias décadas de permanência em território libanês, onde tinha entrado em 1976 por mandato da Liga Árabe a fim de acabar com a guerra civil que tinha explodido no país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host