UOL Notícias Notícias
 

11/05/2006 - 11h01

Três funcionários de petrolífera são seqüestrados na Nigéria

Roma, 11 mai (EFE).- Três empregados de uma companhia petrolífera, entre eles um cidadão italiano, foram seqüestrados hoje em Port Harcourt, o principal centro petrolífero da Nigéria, no sudeste do país, indicaram hoje fontes do Ministério italiano de Exteriores.

A Chancelaria informou que os reféns são funcionários de uma empresa "que trabalha para a companhia petrolífera ENI", enquanto meios de comunicação italianos, que citam fontes do setor, afirmam que se trataria da sociedade energética italiana Saipem, do grupo ENI.

Em comunicado, o ministério indicou que ativou a unidade de crise para acompanhar o caso e que "a embaixada italiana em Port Harcourt foi acionada para uma rápida solução da questão".

O seqüestro ocorre poucas horas depois do assassinato em Port Harcourt de um petroleiro americano, que foi baleado por duas pessoas em uma motocicleta quando conduzia seu carro.

O ataque ocorreu um dia depois de o grupo miliciano Movimento para a Emancipação do Delta de Níger (Mend, sigla em inglês) anunciar novos ataques para conseguir a repartição dos recursos petrolíferos da região do delta do rio Níger, embora este grupo tenha negado ser o responsável pelo assassinato.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host