UOL Notícias Notícias
 

14/05/2006 - 09h57

Kurt Beck é eleito presidente do Partido Social-Democrata alemão

Berlim, 14 mai (EFE).- Kurt Beck foi eleito hoje o novo presidente do Partido Social-Democrata (SPD) da Alemanha com 444 votos a favor, 14 contra e 9 abstenções, em um congresso extraordinário da legenda.

O resultado da votação significa um respaldo de 95,07% dos delegados. Beck, primeiro-ministro do estado federado da Renânia-Palatinado, substitui Mathias Platzeck, que teve que renunciar por problemas de saúde.

No discurso anterior à votação, Beck pediu ao partido que volte a suas raízes e recupere um claro perfil de partido de massas de esquerda.

"Podemos ter orgulho do que este partido conquistou para a Alemanha", disse Beck, que ressaltou que, apesar da cooperação com a União Democrata-Cristã (CDU) na grande coalizão de Governo, o SPD deve manter princípios básicos como a defesa da co-gestão nas empresas.

Beck também defendeu o chamado "imposto para os ricos", que o SPD conseguiu impor a seu parceiro de coalizão e que eleva de 42% a 45% a taxa impositiva máxima para rendas anuais maiores que 250 mil euros, para solteiros, e maiores que 500 mil euros para casados.

Beck lançou uma declaração de luta contra o Partido da Esquerda, formado por comunistas e social-democratas dissidentes, ao dizer que, a longo prazo, não deve existir um partido democrático na Alemanha à esquerda do SPD.

Apesar desse pedido voltado para a recuperação das raízes social-democratas, Beck assegurou que seu partido continuará sendo um parceiro confiável da CDU da chanceler Angela Merkel dentro da grande coalizão de Governo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host