UOL Notícias Notícias
 

25/05/2006 - 09h25

Governador de Kandahar confirma que mulá Dadullah não foi detido

Kandahar, 25 mai (EFE).- O governador da província de Kandahar, no sul do Afeganistão, Asadullah Khalid, disse hoje à Efe que, ao contrário do que se suspeitou em um primeiro momento, o dirigente talibã mulá Dadullah não foi detido na semana passada.

A princípio, as autoridades afegãs pensaram que um dos talibãs detidos durante uma série de confrontos era Dadullah, porque se parece fisicamente com ele. O talibã detido não tem uma perna, como Dadullah, e ficou gravemente ferido durante o confronto.

Segundo Khalid, o mulá Dadullah não estava em Kandahar quando ocorreu a operação na província, apesar de ter planejado chegar ao local no mesmo dia.

O governador afirmou que o Exército Nacional afegão, em colaboração com as forças da coalizão, "destruíram o círculo dirigente dos talibãs em Kandahar".

"Matamos ou detivemos os demais comandantes talibãs encarregados de organizar os ataques em Kandahar", afirmou Khalid, acrescentando que o mulá Ebrahim foi detido e que o mulá Baqi, o mulá Aziz Agha, o mulá Emanam e o mulá Abbas foram mortos durante os confrontos contra o Exército e a coalizão internacional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host