UOL Notícias Notícias
 

07/06/2006 - 14h37

Abdullah II: "Alguns países" procuram ganhar com crise no O.Médio

Amã, 7 jun (EFE).- O rei Abdullah II da Jordânia disse hoje que "alguns países" tentam "tirar benefício" da deteriorada situação no Oriente Médio.

"A região que nos cerca passa por um momento muito difícil. A explosiva situação na Cisjordânia e no Iraque, e as disputas entre o Irã e os EUA ameaçam a segurança e a estabilidade" da região, disse o rei em cerimônia militar.

Abdullah II acrescentou que "é evidente que algumas partes e países tentam tirar benefício destas situações", mas não identificou de quem estava falando.

O rei pediu que os jordanianos reforcem a união nacional e se mantenham "atentos e prontos para enfrentar as piores eventualidades e para defender o país e os interesses nacionais".

Apesar de ser um país relativamente calmo - embora também enfrente eventuais ataques terroristas - a Jordânia faz fronteira com Israel e os territórios palestinos, ao oeste, e o Iraque, ao leste.

As declarações foram dadas horas antes de o rei jordaniano viajar a Riad para discutir a situação regional com as autoridades da Arábia Saudita.

Na quinta-feira, Abdullah receberá em Amã o primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, com quem analisará formas de relançar o processo de paz entre palestinos e israelenses.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h19

    0,36
    3,291
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h26

    -0,36
    63.028,95
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host