UOL Notícias Notícias
 

08/06/2006 - 23h03

EUA aprovam a primeira vacina contra câncer de colo do útero

Washington, 8 jun (EFE).- A Administração de Medicamentos e Alimentos (FDA, em inglês) dos Estados Unidos anunciou hoje a aprovação da primeira vacina contra quatro tipos de vírus do papiloma humano (HPV, em inglês), dois dos quais causam câncer de colo do útero.

A vacina, que a empresa farmacêutica Merck comercializa com o nome de Gardasil, bloqueia a infecção, e seu uso foi aprovado entre mulheres de 9 a 26 anos.

A Merck garante que a vacina pode ajudar a reduzir em mais de dois terços o número de mortes por câncer de colo do útero, que é a segunda causa de mortalidade por câncer entre as mulheres no mundo.

O Gardasil foi aprovado em 1º de junho no México, enquanto as autoridades de saúde de outros países e regiões - como Brasil, UE, Argentina, Austrália e Cingapura - ainda estudam o medicamento.

A vacina protege contra quatro tipos de vírus do papiloma humano, todos de transmissão sexual e dois dos quais contribuem para boa parte dos casos de câncer do colo uterino.

Noventa por cento dos casos de verrugas genitais correspondem aos outros dois tipos de vírus, segundo os analistas.

Apenas nos EUA, cerca de 20 milhões de pessoas estão infectadas pelo vírus, e cerca de 3.700 mulheres morrem anualmente devido ao câncer de colo uterino.

De acordo com os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, o Gardasil não parece ter efeitos colaterais graves, mas pode causar apenas um mal-estar passageiro na área da injeção.

A decisão de hoje chega depois que um comitê de analistas da própria FDA aconselhou, em 18 de maio, a aprovação do remédio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h50

    0,32
    3,277
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h00

    1,70
    63.728,89
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host