UOL Notícias Notícias
 

15/07/2006 - 09h54

Rei da Jordânia pede que Annan intervenha no Oriente Médio

Amã, 15 jul (EFE).- O rei Abdullah II da Jordânia pediu hoje ao secretário-geral da ONU, Kofi Annan, uma "intervenção imediata" para tentar pôr fim à violência no Oriente Médio, particularmente no Líbano e na faixa palestina de Gaza.

Segundo um comunicado oficial, foi Annan quem chamou o monarca para debater com ele os últimos incidentes ocorridos na região, e então Abdullah II aproveitou para pedir a ele "a intervenção imediata da organização mundial".

Annan se limitou a informar a ele os "bons ofícios empreendidos pela ONU para conter a situação" e o envio de uma missão de três altos funcionários à região para ajudar a solucionar as crises.

O rei Abdullah viajou hoje a Barein, enquanto o ministro de Exteriores jordaniano está na "cúpula extraordinária" de ministros árabes, como parte dos esforços diplomáticos árabes para pôr fim à violência.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host