UOL Notícias Notícias
 

19/07/2006 - 14h28

Bush informa Congresso sobre planos de evacuação no Oriente Médio

Washington, 19 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, informou hoje, em carta enviada ao Congresso, que é provável que sejam destinadas mais forças militares ao Líbano e ao Chipre para ajudar na evacuação de cidadãos americanos.

Na carta, Bush lembra que as "hostilidades atuais entre as forças militares israelenses e os terroristas do Hisbolá no Líbano começaram em 12 de julho", e que no dia 14 o Departamento de Estado solicitou assistência ao de Defesa para apoiar a saída de cidadãos americanos da região.

O presidente lembra que embora não haja evidência de que os americanos estão sendo alvo de ataques, "a situação da segurança piorou, e agora é uma provável ameaça para os cidadãos americanos e a embaixada dos EUA no Líbano".

A carta foi encaminhada ao porta-voz da Câmara de Representantes (Baixa), o republicano Dennis Hastert, e ao presidente do Senado, Ted Stevens. Após detalhar os dias em que o auxílio foi determinado e outros dados, Bush diz que há um contingente militar que ajudará no planejamento e na organização da saída dos americanos do Líbano.

Neste sentido, lembra que é provável que sejam destinadas forças militares adicionais aos territórios do Líbano, do Chipre e outros, a fim de "apoiar futuros esforços para ajudar na evacuação de pessoas do Líbano e proporcionar segurança".

"Tais ações estão sendo adotadas com a única intenção de proteger cidadãos americanos e suas propriedades. As forças dos EUA serão atribuídas a um novo destino assim que ficar determinado que a ameaça para os americanos e suas propriedades terminou", indica o presidente.

Por último, Bush assinala que tomou essa série de decisões de acordo com sua autoridade "constitucional".

Nesta quinta-feira, aterrissará no aeroporto internacional de Baltimore o primeiro dos três aviões que trará centenas de americanos evacuados. A Cruz Vermelha dos EUA proporcionará assistência médica e outros serviços aos cidadãos que chegarem.

Hoje, cerca de 1.100 americanos deixaram o Líbano por mar e ar. O porta-voz do Pentágono, Bryan Whitman, disse que cerca de 900 estão a bordo do cruzeiro "Orient Queen", que já zarpou de Beirute.

Até o momento foram evacuados 1.400 cidadãos americanos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host