UOL Notícias Notícias
 

22/07/2006 - 00h59

Chineses mortos por raios são 263 só no primeiro semestre

Pequim, 22 jul (EFE).- Os raios, um fenômeno cada vez mais comum na China, causaram 263 mortes e prejuízos de US$ 16,25 milhões no primeiro semestre, segundo dados oficiais divulgados hoje pela imprensa local.

"Os raios se tornaram um dos desastres naturais mais graves da China", ressaltou Xu Xiaofeng, vice-presidente da Administração Meteorológica Nacional, citado hoje pela agência estatal "Xinhua".

Entre janeiro e junho os raios deixaram ainda 216 feridos.

Segundo Xu, foram 7.625 raios elétricos registrados em 2003 e 11.026 no ano passado, como conseqüência sobretudo da popularização de equipamentos elétricos e das deficiências dos sistemas de pára-raios.

Uma recente inspeção revelou que 35% dos pára-raios nos edifícios de construção recente nas províncias de Jilin (nordeste) e 60% em Hunan (sudeste) apresentavam "perigos ocultos".

A China está muito atrás dos países desenvolvidos em sistemas de prevenção de desastres. Mas está fazendo esforços para melhorar a situação, segundo os analistas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h20

    -0,41
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h26

    0,56
    63.578,20
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host