UOL Notícias Notícias
 

26/07/2006 - 08h51

Prodi acredita em acordo sobre corredor humanitário no Líbano

Roma, 26 jul (EFE).- O primeiro-ministro da Itália, Romano Prodi, expressou sua confiança de que a reunião internacional sobre o Líbano, realizada hoje em Roma, alcançará um acordo sobre a criação de corredores humanitários na região "para interromper o ciclo da violência" no Oriente Médio.

"Garantir um apoio humanitário adequado às pessoas afetadas é nosso principal dever", disse Prodi na inauguração do encontro de Roma, com a participação de representantes de vários países e de órgãos internacionais, entre eles o primeiro-ministro libanês, Fouad Siniora.

Prodi fez um apelo aos participantes para que respondam "de maneira significativa à emergência humanitária no Líbano, e que encontrem um acordo sobre a criação de corredores humanitários para levar ajuda à população necessitada e aos deslocados".

"(Devemos criar) um esforço comum para interromper o ciclo de violência, pelo menos para permitir a passagem segura da ajuda humanitária", pediu o primeiro-ministro italiano.

Na questão da segurança, Prodi disse que na reunião será discutida a hipótese de se criar uma força multinacional que seja enviada à região fronteiriça entre Líbano e Israel, e disse que a Itália apóia plenamente essa proposta.

O primeiro-ministro da Itália expressou à ONU a solidariedade de seu país pela morte de quatro observadores deste órgão em um ataque israelense em território libanês, ocorrido um dia antes do encontro de Roma.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host