UOL Notícias Notícias
 

14/08/2006 - 10h14

Peretz diz que cessar-fogo segue vigente apesar de incidentes

Jerusalém, 14 ago (EFE).- O ministro da Defesa de Israel, Amir Peretz, afirmou que apesar dos incidentes armados no sul do Líbano, nos quais dois milicianos do Hisbolá morreram, o cessar-fogo declarado hoje segue vigente.

Em comunicado divulgado à nação, o ministro disse que as tropas israelenses que permanecem no Líbano "seguirão de guarda" e responderão a qualquer ameaça.

"Não esperaremos que o Hisbolá recupere a capacidade que tinha antes da operação no sul do Líbano", afirmou.

"Exceto por incidentes pontuais, o cessar-fogo se mantém", afirmou.

O ministro revelou que manteve contatos com funcionários da Força Provisória das Nações Unidas no Líbano (Finul) para a retirada do território ocupado, que deverá ficar sob controle desse organismo e do Exército libanês, em cumprimento da resolução 1.701 do Conselho de Segurança da ONU, aprovada no último dia 11.

"Não temos a intenção de afundar-nos no lamaçal libanês", ressaltou.

Peretz também disse que estabelecerá um comitê que averiguará as causas do conflito com as milícias do Hisbolá e a atuação do Exército israelense durante a guerra.

As hostilidades começaram em 12 de julho, depois que o Hisbolá atacou uma patrulha do Exército israelense no Estado judeu, seqüestrando dois soldados. "Como ministro da Defesa, tento fazer meu papel mediante a criação de um grupo que possa determinar por meio de uma investigação global os fatos que levaram à explosão da guerra e o que aconteceu nela", disse Peretz em reunião de seu grupo parlamentar, o Partido Trabalhista.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h59

    -0,51
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h10

    0,29
    63.411,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host