UOL Notícias Notícias
 

12/09/2006 - 05h31

Recomeça julgamento de Saddam por genocídio contra curdos

Bagdá, 12 set (EFE).- O tribunal especial iraquiano retomou hoje o julgamento do ex-presidente iraquiano Saddam Hussein e seis de seus colaboradores por acusações de genocídio e crimes contra a humanidade contra os curdos no Iraque.

A sessão de hoje é a quinta do caso al-Anfal, referente à campanha de ataques maciços do Exército iraquiano entre 1987 e 1989 à comunidade curda no norte do Iraque.

O tribunal ouviu ontem três testemunhas. Saddam voltou a proclamar que continua sendo o presidente legítimo do Iraque.

Segundo números anunciados no primeiro dia do julgamento pelo procurador-geral do Tribunal Penal Supremo, mais de 180 mil curdos foram assassinados ou desapareceram na operação al-Anfal.

Saddam Hussein e seus colaboradores podem ser condenados à pena de morte se forem considerados culpados.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host