UOL Notícias Notícias
 

10/10/2006 - 04h36

Lei que proíbe trabalho de crianças entra em vigor na Índia

Nova Délhi, 10 out (EFE).- Uma lei que proíbe empregar menores de 14 anos como serventes e que tem como objetivo acabar com a exploração infantil entrou hoje em vigor na Índia.

O objetivo da lei é acabar com um fenômeno muito comum no país.

As famílias pobres, sobretudo nos estados de Bihar, Jharkand e Uttar Pradesh, no norte, costumam mandar seus filhos para trabalhar nas casas de famílias ricas para melhorar a sua situação.

A norma proíbe além disso que as crianças trabalhem em hotéis, restaurantes e lojas.

A lei tem causado polêmica. Organizações humanitárias denunciam que, mesmo com a proibição do trabalho infantil, não vão acabar os problemas. Muitas crianças, alertam, vão parar na rua ou cairão na prostituição.

Calcula-se que pelo menos 12 milhões de menores trabalham na Índia. Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a exploração infantil na Índia registra um dos índices mais elevados do mundo.

A Unicef afirma que em 90% das casas indianas com empregados domésticos a preferência é para empregar crianças de 12 a 15 anos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host