UOL Notícias Notícias
 

19/10/2006 - 16h57

Papa encerra visita a Congresso de Verona com missa em estádio

Verona (Itália), 19 out (EFE).- O Papa Bento XVI encerrou hoje sua visita a Verona, no norte da Itália, para participar do Congresso Nacional da Igreja Católica Italiana, com uma missa no estádio de futebol Bentegodi com a presença de cem mil pessoas.

Durante a homilia, o Papa fez um pedido aos católicos para que "anunciem com vigor e alegria o evento da morte e ressurreição de Cristo".

Bento XVI acrescentou que "a notícia de que Cristo ressuscitou nos assegura que nenhuma força adversária poderá destruir a Igreja e que só Cristo pode satisfazer plenamente as esperanças mais profundas do coração humano e responder às perguntas mais preocupantes sobre a dor, a injustiça e o mal, a morte e o além".

A missa foi oficiada em um altar levantado no gramado, no qual havia 42 mil pessoas, enquanto o restante acompanhou a cerimônia por telas gigantes instaladas fora do estádio.

Estiveram presentes à missa o primeiro-ministro italiano, Romano Prodi; o vice-presidente e ministro de Cultura, Francesco Rutelli; o presidente do Senado, Franco Marini, e os líderes da oposição, Silvio Berlusconi, Gianfranco Fini e Pier Ferdinando Casini.

Antes da homilia, o Papa cumprimentou Prodi e as autoridades presentes e agradeceu os jornalistas e os organizadores do Congresso pelo trabalho.

De manhã, o Papa tinha pronunciado um discurso no qual denunciou o iluminismo e o laicismo que invade o Ocidente e pediu aos católicos que se oponham "com determinação" às leis que atentem contra a vida em todas as suas fases e contra a família baseada no casamento entre homem e mulher.

Após a cerimônia, o Pontífice se dirigiu ao aeroporto Catullo de Verona para retornar à Cidade do Vaticano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host