UOL Notícias Notícias
 

21/11/2006 - 22h39

Incendiado acampamento de grupo contrário ao governador de Oaxaca

Oaxaca (México), 21 nov (EFE).- Pessoas não identificadas queimaram hoje o acampamento montado pelos setores que exigem a renúncia do governador de Oaxaca, Ulises Ruíz, um dia antes de os protestos no estado completarem seis mesmes.

As barracas incendiadas, que já começaram a ser substituídas por novas, estavam num terreno plano e largo, em frente ao convento de Santo Domingo de Guzmán, uma das jóias arquitetônicas da capital local, que tem o mesmo nome do estado.

César Mateos, porta-voz da Assembléia Popular dos Povos de Oaxaca (APPO), a organização que lidera o movimento contra Ruiz, disse à imprensa que as pessoas que incendiaram o acampamento estavam vestidas como civis, portavam armas de grosso calibre e chegaram de madrugada em jipes.

Mateos atribuiu o incidente aos Governos estadual e federal, ao denunciar o impacto negativo que, na opinião dele, tiveram as forças federais antidistúrbios enviadas pelo presidente Vicente Fox no fim de outubro para restabelecer a ordem.

"Mais uma vez, a Secretaria de Governo (Interior) vem proteger os sicários de Ulises Ruíz", criticou.

O porta-voz destacou ainda que, "como medida de proteção", ontem, a APPO retirou as mulheres e crianças do local e deixou de guarda 15 pessoas, após rumores de que o grupo seria atacado.

Mateos contou que o grupo de vigilância conseguiu fugir ao ver as caminhonetes, por isso ninguém se machucou.

O acampamento foi montado no dia 30 de outubro, um dia depois de a Polícia Federal Preventiva (PFP) ter desalojodo os manifestandes da principal praça de Oaxaca.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host