UOL Notícias Notícias
 

15/12/2006 - 02h28

Polícia da ONU deteve 1.147 pessoas desde agosto no Timor Leste

Díli, 15 dez (EFE).- A Polícia das Nações Unidas (UNPOL) deteve 1.147 pessoas desde agosto, quando assumiu a segurança no Timor Leste para acabar com a onda de violência que deixou o país à beira da guerra civil, informou hoje o órgão.

Rodolf Tor, Comissário da UNPOL no Timor, disse em entrevista coletiva que parte das detenções de 25 de agosto a 12 de dezembro contou com a ajuda das forças de paz formadas por Austrália, Nova Zelândia, Malásia e Portugal.

Mais da metade dos detentos estava envolvida nos incidentes com armas de fogo entre as quadrilhas de jovens das regiões oriental e ocidental do país, que quase diariamente se enfrentam em Díli, a capital.

Terminou hoje o prazo de inscrição no plano de recolocação do Governo para os milhares de refugiados da crise. O enviado da ONU ao Timor, Reske-Nielsen, declarou que há cerca de 28 mil pessoas vivendo em campos de refugiados em Díli.

Segundo o enviado, grande parte dos refugiados perdeu suas casas em conseqüência da espiral de destruição iniciada em maio, provocada pelos protestos de uma facção do Exército expulsa por denunciar abusos na instituição.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h30

    0,09
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h36

    -0,57
    63.718,39
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host