UOL Notícias Notícias
 

16/01/2007 - 16h24

Vice-presidente iraquiano diz que seria "erro" retirada das tropas britânicas

Londres, 16 jan (EFE).- O vice-presidente do Iraque, Tariq al-Hashemi, expressou hoje em Londres sua "decepção" pela intenção do Reino Unido de reduzir a presença dos 7.000 soldados que tem em seu país, o que, caso ocorra, disse, seria um "grave erro".

Hashemi, que discutiu na segunda-feira este assunto com o primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, defendeu uma redistribuição dos soldados britânicos, como alternativa à retirada de parte das tropas presentes no Iraque.

A pretensão do Governo de Blair, segundo o Ministério da Defesa britânico, é retirar "alguns milhares" dos 7.000 soldados que estão na província de Basra (sul), em cujo aeroporto planejam estabelecer uma única base quando for entregue o controle da região às forças do Iraque.

O vice-presidente iraquiano disse que não quer as tropas da coalizão internacional "para sempre" em seu país, e disse que trabalha para que sua saída seja "iminente", mas, segundo especificou, pode passar um ano antes de chegar a essa situação, uma vez que se tenha profissionalizado o Exército do Iraque.

Nesse sentido, Hashemi comemorou a decisão do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, de dobrar o número de soldados americanos no Iraque, o que, segundo o vice-presidente iraquiano, faz parte de uma série de medidas para garantir o futuro do país, entre as quais está a necessidade de trabalhar com os vizinhos Síria e Irã.

Sobre o Irã, Hashemi se disse "decepcionado" devido às recentes provas, segundo disse, de que o país presidido por Mahmoud Ahmadinejad tem relação com a insurgência iraquiana, enquanto manifestou sua confiança na cooperação com a Síria.

Como representante sunita do conselho presidencial do Iraque, o vice-presidente disse que os insurgentes sunitas estão preparados para abandonar a resistência armada mas precisam, disse, de certa segurança de que sua voz será ouvida.

O Iraque viveu hoje outro dia de violência, com pelo menos 70 mortos e 117 feridos em dois atentados cometidos no leste de Bagdá, um nas imediações de uma universidade e o outro no bairro xiita de Cidade de Sadr.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,29
    3,167
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h30

    -0,17
    74.318,72
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host