UOL Notícias Notícias
 

23/03/2007 - 17h05

Royal quer uma bandeira em cada lar e que franceses saibam a Marselhesa

Paris, 23 mar (EFE).- A candidata socialista ao Palácio do Eliseu, Ségolène Royal, quer que haja uma bandeira francesa em cada lar e que seus compatriotas conheçam a Marselhesa, o hino nacional.

Filha e neta de militares, Royal prometeu hoje que, se for escolhida presidente da França no próximo dia 6 de maio, fará o possível para "que os franceses saibam a Marselhesa e que todas as famílias tenham uma bandeira" em suas casas.

"Penso que todos os franceses devem ter em suas casas a bandeira nacional. Em outros países a bandeira é colocada nas janelas no dia da festa nacional", declarou Royal à imprensa em Correns, um pequeno povoado do sul da França, aonde chegou nesta sexta-feira durante sua viagem eleitoral.

Na sua opinião, "é preciso conquistar os símbolos da nação. E ao mesmo tempo ter um olhar novo sobre os símbolos e não se deixar cair em um desvio da identidade nacional".

Por isso, considerou "muito importante" que a esquerda francesa "tenha reconquistado o direito de cantar a Marselhesa", composta em 1792 por Claude Joseph Rouget de Lisle.

"É uma etapa histórica para a esquerda, que tinha achado que devia abandonar o hino nacional para extrema direita", disse.

Ontem à noite, em um comício em Marselha, Royal convidou os 8 mil presentes a terminar o ato ao canto de "Allons enfants de la Patrie, le jour de gloire est arrivé..." ("Vamos filhos da Pátria, o dia da glória chegou...") Royal fez as declarações no dia seguinte após o candidato conservador Nicolas Sarkozy, que continua na liderança das pesquisas, reiterou sua promessa de criar um "Ministério para a imigração e a identidade nacional".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h39

    -0,73
    3,259
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h46

    1,31
    64.058,12
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host