UOL Notícias Notícias
 

09/04/2007 - 17h29

Nave com turista e cosmonautas russos se acopla à estação espacial

Moscou, 9 abr (EFE).- A nave Soyuz TMA-10, com o milionário americano Charles Simonyi e os cosmonautas russos Fiodor Yurchijin e Oleg Kotov a bordo, se acoplou hoje à Estação Espacial Internacional (ISS).

A operação de engate da Soyuz TMA-10 no módulo russo da ISS, chamado Zvezda, foi feita de forma automática, às 16h11 (de Brasília), um minuto antes da hora inicialmente prevista, informou o Centro de Controle de Vôos Espaciais da Rússia (CCVE).

Conforme as normas vigentes, antes do acoplamento, a Soyuz deu uma volta em torno da plataforma orbital, e seus tripulantes, até o fim da manobra e a abertura das escotilhas, permaneceram com seus trajes espaciais, disse à imprensa um porta-voz do Centro.

Na sede do CCVE, na cidade de Koroliov (arredores de Moscou), amigos pessoais do turista e familiares dos cosmonautas aplaudiram o momento do engate, que observavam em uma grande tela com imagens recebidas ao vivo do espaço.

A Soyuz TMA-10 foi lançada no sábado com a ajuda de um foguete Soyuz-FG, lançado às 14h31 (horário de Brasília) a partir da base de Baikonur, no Cazaquistão, Ásia Central.

Uma vez comprovados os sistemas de engate e nivelada a pressão atmosférica entre a Soyuz TMA-10 e a ISS, as escotilhas são abertas e os recém chegados são recebidos pelos ocupantes do laboratório espacial.

A ISS atualmente é habitada pelo russo Mikhail Tyurin e pelos americanos Michael López-Alegria e Sunita Williams, que formam a décima quarta expedição (ISS-14).

Yurchijin e Kotov chegam à ISS na qualidade de integrantes da décima quinta expedição (ISS-15), em uma missão que durará pelo menos 189 dias.

Uma vez a bordo da ISS, Simonyi, Yurchijin e Kotov poderão comer alimentos quentes. Nos dois dias do vôo de ida só puderam consumir comida fria.

De origem húngara e com 58 anos, Simonyi é um conhecido milionário do mundo da informática. Co-fundador da Microsoft, trabalhou na empresa até 1981 no desenvolvimento de importantes projetos como o do editor de texto Word e da planilha Excel.

Durante os próximos oito dias, em companhia dos três russos e seus dois compatriotas, Simonyi, o quinto turista a visitar a ISS, desenvolverá experimentos para agências espaciais e empresas comerciais da Europa e do Japão, além de dar entrevistas pela internet.

Yurchijin e Kótov substituirão Tyurin e López-Alegria, que já completaram seis meses na instalação espacial.

Williams, que chegou ao espaço na nave Discovery em dezembro do ano passado, ficará a bordo para se integrar à dupla Yurchijin-Kotov como terceira tripulante da ISS-15.

Segundo a agenda prevista, Simonyi voltará à Terra em companhia de Tyurin e López-Alegria no dia 20 de abril a bordo da nave Soyuz TMA-9, atualmente acoplada ao engenho espacial.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host