UOL Notícias Notícias
 

19/04/2007 - 13h31

Carro-bomba explode dentro de base militar etíope em Mogadíscio

Mogadíscio, 19 abr (EFE).- Um carro-bomba explodiu hoje em uma importante base militar da Etiópia em Mogadíscio em meio a duros combates registrados nas últimas horas na capital somali, segundo relatórios de testemunhas.

A explosão ocorreu por volta das 17h (11h em Brasília) e destruiu vários caminhões que se encontravam dentro da base. No entanto, não há informações sobre vítimas.

O local foi isolado imediatamente por forças etíopes. Algumas partes da base militar pegaram fogo.

Horas antes, por volta de meio-dia, ocorreram fortes choques em Mogadíscio entre a coalizão formada por tropas etíopes e soldados governamentais, por um lado, e grupos de milicianos, por outra.

Pelo menos 16 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas, segundo fontes hospitalares e de um comitê bilateral criado para vigiar uma suposta trégua que existia entre os dois grupos.

Os choques começaram no norte da cidade, mas se estenderam rapidamente a outras áreas de Mogadíscio.

Os soldados etíopes lançaram foguetes contra diferentes partes da capital, e o grupo rival respondeu com morteiros.

Sheikhdon Salad Elmi, diretor do hospital Madina, o maior de Mogadíscio, disse que cerca de trinta feridos deram entrada no centro médico, e outros 25 foram levados ao hospital de Keysaney.

Testemunhas dos combates disseram que um dos foguetes caiu em uma casa particular e matou oito pessoas, a maioria mulheres e crianças que tinham se refugiado em um muro de concreto para se proteger dos ataques.

Equipes de resgate disseram que os corpos estavam tão dilacerados que era difícil distinguir a quem pertenciam.

"Foi difícil distinguir os corpos, e o que fizemos foi separar os restos de adultos dos das crianças", disse a testemunha Hussein Ooyaaye. "Foi uma experiência horrível", acrescentou.

Além das vítimas mortais, outras quinze pessoas ficaram feridas quando o muro de concreto caiu sobre elas.

Minutos antes dos choques, uma bomba colocada em uma estrada de acesso a Mogadíscio explodiu ao lado de um comboio etíope e matou dois militares e uma mulher que viajava em outro veículo, segundo fontes da embaixada etíope na Somália.

As forças etíopes estão no país desde a ofensiva que lançou na Somália em 24 de dezembro para expulsar os milicianos das Cortes Islâmicas das regiões que controlavam, incluindo esta capital.

Apesar de ter havido vários tentativas entre as forças etíopes e os grupos de milicianos para deter os combates, as tréguas duraram poucos dias, e os choques armados foram retomados.

Calcula-se que nos combates ocorridos no fim de março centenas de civis morreram, e centenas de milhares de pessoas foram obrigadas a deixar Mogadíscio buscando lugares mais seguros.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h50

    -0,58
    3,118
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h55

    -0,60
    75.514,72
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host