UOL Notícias Notícias
 

23/05/2007 - 07h27

Dois acusados do assassinato de Djindjic são condenados a 40 anos de prisão

Belgrado, 23 mai (EFE).- Os dois principais acusados pelo assassinato do primeiro-ministro sérvio Zoran Djindjic, em 2003, foram condenados hoje em Belgrado a 40 anos de prisão.

Os condenados são o mandante do crime, o ex-chefe de uma unidade de comando Milorad Ulemek, conhecido como Legija, e o autor material, Zvezdan Jovanovic, membro desta unidade policial.

Os doze acusados neste caso foram considerados culpados.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host