UOL Notícias Notícias
 

24/05/2007 - 22h53

Japão pede a Irã que suspenda imediatamente seu programa nuclear

Tóquio, 25 mai (EFE).- O ministro de Relações Exteriores do Japão, Taro Aso pediu a seu colega iraniano, Manouchehr Mottaki, que Teerã suspenda totalmente e de forma imediata seu programa de enriquecimento de urânio, informou hoje a agência "Kyodo".

Por meio de uma conversa telefônica, Aso pediu a Mottaki uma atitude "construtiva" no encontro entre os embaixadores dos EUA e do Irã no Iraque no dia 28 de maio.

Segundo a "Kyodo", Mottaki afirmou que Teerã está pronto para iniciar um diálogo que permita resolver o problema que representa para a Comunidade Internacional o enriquecimento de urânio iraniano, mas alertou que seu país desenvolve o programa nuclear com fins pacíficos.

No dia 23 de maio, a Agência Internacional da Energia Atômica (AIEA) afirmou que o Irã não continuava apenas descumprindo a resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU), que exige a suspensão de seu programa atômico, mas estava ampliando suas atividades nucleares.

No dia 24 de março, o Conselho de Segurança da ONU impôs sanções ao Irã e pediu ao diretor da AIEA que voltasse a informar ao Conselho 60 dias depois da adoção desta resolução, prazo que se cumpriu ontem.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host