UOL Notícias Notícias
 

05/06/2007 - 15h07

Bin Laden está vivo e bem, diz novo comandante do Talibã

Cairo, 5 jun (EFE).- O novo chefe militar dos talibãs, o mulá Mahmoud Dadullah, assegurou hoje que o líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama bin Laden, está vivo e bem.

"O xeque Osama está vivo, ativo e em bom estado, e não titubeia em realizar suas missões. A mais recente prova de que ele está vivo é uma mensagem de pêsame que ele me enviou pela morte do meu irmão, o mulá Dadullah Lang", ressaltou, em entrevista concedida à TV "Al Jazira", do Catar, de uma zona rural no Afeganistão.

Lang, comandante anterior dos talibãs, morreu em 12 de maio em uma operação militar na província afegã de Helmand (sul), vizinha de Kandahar.

Ao ser perguntado pelas razões pelas quais Bin Laden continua sem aparecer, o chefe militar dos talibãs afirmou que "é uma simples tática", que o "xeque Osama preferiu seguir porque (senão) pode ser um perigo para ele".

Nesse sentido, o mulá Mahmoud afirmou que ele próprio pediu a Bin Laden que não conceda entrevistas a ninguém e permaneça escondido "para continuar dividindo instruções com os comandantes a fim de que a Al Qaeda a permaneça ativa no Afeganistão e no mundo todo".

Além disso, ressaltou que a presença de Bin Laden entre os muçulmanos "constitui uma honra para todos nós, por isso não queremos perdê-lo".

O mulá Mahmoud disse que, na carta, Bin Laden recomendou manter-se no caminho de seu irmão e pediu aos muçulmanos que continuem com o plano de luta de Lang, que foi "um guerreiro santo, ao qual Deus concedeu o que desejava", em alusão ao martírio.

Bin Laden permanece oculto desde outubro de 2001 quando os EUA iniciou operações militares no Afeganistão contra os talibãs e Al Qaeda após os atentados do 11 de setembro contra as Torres Gêmeas de Nova York e o Pentágono em Washington.

Desde então, muitos dizem que o chefe da Al Qaeda se esconde em áreas tribais do oeste do Paquistão, mas seu paradeiro exato é desconhecido. Bin Laden deu poucos sinais de vida em um punhado de vídeos - o último em 2004 - e em fitas gravadas nas quais ameaçou novos atentados e ofereceu tréguas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host