UOL Notícias Notícias
 

25/06/2007 - 05h48

Exército argelino apreende 2.500 minas na fronteira com o Marrocos

Argel, 25 jun (EFE).- O Exército argelino apreendeu 2.500 minas antipessoais na cidade de Maghnia, no oeste da Argélia e perto da fronteira com o Marrocos, onde houve prisões, segundo o jornal "El Khabar".

Foi uma das maiores tentativas dos comandos da organização terrorista salafista "Al Qaeda no Magrebe Islâmico" na Cabília argelina para introduzir na Argélia uma grande quantidade de explosivos, segundo o jornal.

As minas foram apreendidas no domingo por investigadores especiais do Exército, que as encontraram dentro de uma casa.

Segundo os primeiros indícios, vieram de território marroquino.

A investigação que permitiu descobrir o arsenal foi aberta em 12 de abril, dia seguinte aos atentados no país, e depois que foi descoberto um laboratório de fabricação de bombas.

O jornal acrescenta que os interrogatórios de membros da "Al Qaeda no Magrebe" presos na região de Bourmerdes deram as pistas que levaram os investigadores até Maghnia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,29
    3,167
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h18

    -0,17
    74.318,72
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host