UOL Notícias Notícias
 

01/07/2007 - 09h23

Israel transferirá esta semana à ANP parte dos impostos retidos

Jerusalém, 1 jul (EFE).- Israel transferirá à Autoridade Nacional Palestina (ANP) parte dos impostos e taxas de alfândega que retém dos palestinos desde a chegada do Hamas ao poder, há mais de um ano, informaram fontes oficiais israelenses.

A porta-voz do primeiro-ministro israelense, Miri Eisin, disse hoje à agência Efe que a partir de segunda-feira o Estado começará a transferir de forma regular e mensalmente à ANP os impostos que Israel recolhe em conceito de agente de retenção.

Trata-se de fundos que provêm de impostos e taxas de alfândegas recolhidos por Israel em virtude dos acordos econômicos de Paris de 1995.

Eisin acrescentou que, além das taxas mensais, o Governo israelense decidiu na semana passada descongelar os US$ 600 milhões que retinha em impostos à ANP há mais de um ano.

Outros US$ 200 milhões ainda não serão transferidos, já que, segundo a porta-voz, esta quantia está pendente de ser liberada pela Justiça, pois várias empresas israelenses que fornecem serviços nos territórios palestinos apresentaram ações nas quais reivindicam as cobranças de serviços que não foram pagos.

Israel se negava a entregar o dinheiro que mantém retido há mais de um ano à ANP com o argumento de que o Hamas poderia empregá-lo na compra de armas e no pagamento de salários de milicianos, uma justificativa que não se encaixa após a dissolução do Governo palestino e a criação do Executivo de emergência, em 16 de junho.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h19

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h24

    -0,47
    63.782,40
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host