UOL Notícias Notícias
 

21/07/2007 - 12h26

Morre Jesús de Polanco, presidente do Grupo Prisa

Madri, 21 jul (EFE).- O presidente do Grupo Prisa, Jesús de Polanco, morreu hoje em Madrid aos 77 anos, informaram fontes do grupo empresarial, o maior da Espanha no setor de comunicação e com forte presença na América Latina.

As fontes não detalharam as causas da morte de Polanco, que nasceu em 7 de novembro de 1929, em Madri.

O empresário, formado em direito pela Universidade Complutense de Madri, fundou a editora Santillana, foi um dos impulsores do jornal "El País" e participou da introdução da televisão digital na Espanha.

Ele era o número 258 na lista das pessoas mais ricas do mundo, divulgada pela revista "Forbes" em 2006. A sua fortuna estava estimada em US$ 2,8 bilhões.

O Grupo Prisa é um dos consórcios empresariais de comunicação, lazer e cultura mais importantes da Espanha, e está presente nos setores de imprensa, rádio, edição, televisão, publicidade, impressão e internet.

O grupo empresarial edita o jornal espanhol "El País", as revistas "Rolling Stone" e "Cinemanía" na Espanha, e controla 15,5% da editora do jornal francês "Le Monde".

A Promotora de Informaciones Sociedad Anónima (Prisa) foi fundada para impulsionar a criação de um jornal independente e democrático nos últimos anos da ditadura de Francisco Franco.

Jesús de Polanco, fundador da Santillana, assumiu o cargo de executivo-chefe em 1975 e chegou à Presidência em 1984, como acionista majoritário do grupo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host