UOL Notícias Notícias
 

05/08/2007 - 13h59

Hamas pede a Abbas que suspenda medidas contra seus membros

Gaza, 5 ago (EFE).- O Hamas pediu hoje ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, que suspenda as "duras medidas" que os membros das forças de segurança do Fatah adotaram contra membros de seu movimento na Cisjordânia.

"As forças leais a Abbas lançaram uma guerra geral que inclui ataques planejados contra os membros de nosso movimento na Cisjordânia", disse o Hamas em um comunicado oficial.

O documento também acusa o Fatah de participar de 472 detenções e 306 ataques contra instituições e organizações de caridade e ajuda filiadas ao Hamas.

O movimento islâmico tomou o controle da Faixa de Gaza em junho, após violentos confrontos com o Fatah. Depois disso, Abbas dissolveu o Governo de união nacional e criou um Executivo de emergência, que, mais tarde, tornou-se interino.

Nesse ínterim, as forças de segurança leais a Abbas detiveram homens do Hamas na Cisjordânia e líderes e milicianos do movimento islâmico fizeram o mesmo em Gaza com membros do Fatah.

Entre os detidos do Hamas na Cisjordânia está Ahmed Dolla, que trabalhou como funcionário no Ministério do Interior em Gaza até que o Governo de coalizão foi desmantelado por Abbas.

Dolla iniciou hoje uma greve de fome contra sua detenção, e o Hamas culpou o presidente palestino pelo estado de seu simpatizante.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host