UOL Notícias Notícias
 

06/08/2007 - 08h40

Líder xiita libanês pede que árabes e muçulmanos formem "eixo do bem"

Beirute, 6 ago (EFE).- Um dos mais altos líderes religiosos xiitas no Líbano, o xeque Mohamad Hussein Fadlallah, pediu hoje que árabes e muçulmanos formem o "eixo do bem" para fazer frente à política dos Estados Unidos na região, informou hoje a imprensa local.

"Observamos que existe uma tentativa clara e perigosa de mudar o tipo de conflito na região, que passaria a ser o dos árabes contra a entidade sionista ao dos árabes frente ao Irã", disse Fadlalla à imprensa libanesa.

Portanto, pediu que "os povos árabes e muçulmanos formem um 'eixo do bem' frente ao projeto americano destinado a dividir a região", em referência ao "eixo do mal" declarado pelo presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, em janeiro de 2002, e que é formado por Iraque, Irã e Coréia do Norte.

Segundo Fadlallah, a conferência de paz proposta recentemente por Bush para o Oriente Médio servirá apenas para que "palestinos e árabes obtenham promessas" no ar.

Finalmente, criticou alguns Governos árabes por comprar armas dos EUA e do Reino Unido.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host