UOL Notícias Notícias
 

31/08/2007 - 06h50

Crianças palestinas mortas em ataque israelense estavam brincando

Jerusalém, 31 ago (EFE).- Um relatório do Exército israelense reconhece que as três crianças palestinas mortas no norte de Gaza na quarta-feira passada pelo disparo de um de seus carros de combate estavam brincando quando foram atingidas.

Um porta-voz militar israelense, que pediu para manter o anonimato, disse à agência Efe que, pelo relatório, as vítimas estavam junto a uma plataforma de lançamento de foguetes Qasam quando os soldados detectaram um "movimento estranho", que motivou a ordem de abrir fogo.

O documento é o resultado de uma investigação interna baseada num vídeo. As imagens revelam que os menores não estavam manipulando a plataforma de lançamento, mas apenas brincando perto da bomba.

O relatório desmente a versão inicial do Exército israelense, divulgada no dia do ataque, na qual os porta-vozes militares expressavam a sua "tristeza pelo fato de que os terroristas utilizem crianças" para manipular os foguetes.

As vítimas do ataque foram três primos: Mahmoud e Sara, de 10 anos, e Yehiya, de 12.

O ataque foi realizado um dia depois de um foguete Qasam lançado daquela região atingir a cidade israelense de Sderot e ferir um civil.

As fontes militares israelenses consultadas hoje pela Efe lamentaram a perda de vidas inocentes.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host