UOL Notícias Notícias
 

11/09/2007 - 07h56

Ministra francesa adverte que terroristas são pessoas integradas à sociedade

Paris, 11 set (EFE).- A ministra do Interior francesa, Michèle Alliot-Marie, advertiu hoje sobre o fato de que os potenciais terroristas são pessoas "integradas" nas nações ocidentais e têm muitas vezes a mesma nacionalidade do país em questão.

No sexto aniversário dos atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos, Alliot-Marie reconheceu à emissora "RTL" que a ameaça terrorista na França é "real, permanente e constante", mas insistiu em que afeta seu país tanto quanto a outros.

Os terroristas "são pessoas que tem a cidadania dos países atingidos pelas tentativas de atentados", segundo a ministra do Interior, que deu como exemplo as recentes detenções feitas pela Polícia alemã.

No entanto, ressaltou que a "causa" dos atentados está no exterior, e em muitos casos a organização também está, e acrescentou que os motivos alegados pelos terroristas são conflitos como os do Iraque, Afeganistão ou o entre palestinos e israelenses.

Diante desse risco, destacou o trabalho dos serviços de inteligência, que "fazem um trabalho notável", em relação estreita com os de diferentes países, não só europeus.

O ministro da Imigração e Identidade Nacional francês, Brice Hortefeux, disse que Al Qaeda concedeu "uma espécie de franquia a diferentes grupos, "que não estão longe de nós, por isso é preciso estar atento todos os dias".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host