UOL Notícias Notícias
 

28/09/2007 - 00h16

Dissidente cubana é detida durante protesto e liberada em seguida

Havana, 27 set (EFE).- A dissidente cubana Marta Beatriz Roque foi liberada após uma breve detenção, nesta quinta-feira, quando liderava um protesto em frente à sede do Ministério da Justiça de Havana, reivindicando melhores condições para os presos políticos.

Roque explicou à Efe que a Polícia dissolveu o protesto, do qual ela participou com mais seis dissidentes. Ela foi detida depois de se negar a abandonar o protesto, como pedia um funcionário do Ministério da Justiça. O grupo se manteve no local durante cerca de seis horas.

Marta Beatriz Roque, ex-presa política, disse que foi levada pela Polícia num ônibus até a sua casa e que os agentes mantiveram um "tom ameaçador".

Roque, líder da ilegal Assembléia para Promover a Sociedade Civil, disse que 20 de opositores que participariam do protesto pacífico estão em local desconhecido.

A dissidente entregou uma carta ao Ministério denunciando as condições dos presos políticos nas prisões cubanas e pedindo a sua libertação.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host